Manual de Condutas em Geriatria Ambulatorial Lançamento

R$270,00

Muitos são os motivos pelos quais se pode editar um livro científico: erudição em um tema, antevisão do futuro, revisão histórica sobre o conhecimento até aqui adquirido, entre outros.


Todos louváveis e consistentes com excelentes publicações.
Este Manual de Condutas em Geriatria Ambulatorial tem uma motivação adicional: unir os diferentes patamares da formação universitária em prol de um texto suficientemente amplo e abrangente, sem comprometer sua precisão e aprofundamento.
Em cada capítulo encontraremos a sutileza do olhar curioso de alunos das diferentes áreas de graduação, misturando-se ao conhecimento adquirido na fase inicial da vida profissional dos Residentes e Especializados de Geriatria e Gerontologia, todos modulados pela supervisão dos seus mestres nos bancos acadêmicos e nas atividades assistenciais hospitalares.

Simbiose arrojada esta, que une aqueles que iniciam sua busca pelo saber aos que já o possuem, mesmo que ainda de forma incompleta, tendo como mentores e revisores aqueles que colecionaram conhecimento e experiência por décadas de prática acadêmica.
Para que esta parceria pudesse acontecer a contento, uma cuidadosa seleção de temas foi feita e refeita inúmeras vezes. Prevaleceu o consenso de que teríamos um Manual que realmente merecesse essa denominação: estar à mão para a maior parte das necessidades de atuação na saúde de quem envelhece.

A escolha do ambiente ambulatorial decorre deste ser, sem dúvida, aquele onde podemos agir no diagnóstico e controle das doenças crônicas no patamar primário e secundário, no qual a autonomia e a independência do cliente ainda não estão comprometidas
a ponto de necessitar da internação hospitalar e/ou do atendimento domiciliar. Temos a certeza que, quando bem elaborada e conduzida, a atenção ambulatorial interdisciplinar ao idoso permite uma melhor evolução das enfermidades previamente diagnosticadas ao lado da detecção precoce e prevenção das complicações que podem delas decorrer.
Quando este elenco de cuidados falha, temos as graves consequências que lotam os pronto-atendimentos, as enfermarias e as UTIs tanto do Sistema Único de Saúde como da Saúde Complementar.

Este Manual de Condutas em Geriatria Ambulatorial pretende, portanto, mostrar
caminhos cientificamente justificados, dos mais simples aos mais complexos, que possam afastar o idoso da zona de risco que prepondera como causa de encaminhamento aos níveis terciários da atuação profissional.
Paralelamente, retrata o profícuo ambiente de ensino e pesquisa que a prática da Geriatria e Gerontologia Ambulatorial têm, por permitirem um amplo conhecimento geriatria_book.indb 17 16/09/2021 11:30:21 xviii manual de condutas em geriatria ambulatorial sobre as condições físicas, psíquicas e sociais de cada cliente sem retirá-lo do seu meio ambiente e/ou do convívio com seus familiares, o que nos favorece a cuidar da sua saúde em meio aos seus próprios recursos.
Em resumo, cuidar de quem envelhece nas suas próprias condições de envelhecimento, propondo modificações que se adaptem a tudo aquilo que o caracteriza como indivíduo.
Confio que a leitura de cada capítulo, seja por uma necessidade assistencial premente, seja pelo interesse de ampliar o conhecimento, traduzirá ainda melhor aquilo  que quis prefaciar.

Uma palavra final a estes jovens Autores e Editores que terão seus nomes e seu trabalho eternizados neste Manual: quando, no futuro, reverem o que aqui ficou registrado, sob a nossa responsabilidade, embora tenha exigido muitas horas de dedicação, será o nosso testemunho de fé de que é possível conduzir as boas práticas assistenciais que permitam a todos a escolha das melhores opções de promoção do envelhecimento saudável.

Wilson Jacob Filho

Descrição

 

Formato: 17×24
Total de páginas:  500
Cor:  4×4
Papel de miolo: couchê 90grs
capa: 4×0
Acabamento: capa brochura com orelha
Laminação: brilho
ISBN: 9786586098501

Informação adicional

Peso 500 g
Dimensões 17 × 24 × 17 cm

Apresentação

Apresentação

Se, por um lado, a apresentação daquilo que foi feito por nós, tem uma aparente
facilidade por conhecermos as metas estabelecidas, os caminhos trilhados, os insucessos, os redirecionamentos necessários na trajetória que veio da primeira ideia de organizar este Manual até a sua conclusão, por outro lado, foi tal a identidade que com ele tivemos que, ao falar dele, falamos muito de nós mesmos, o que não é nada fácil.

Formamos, propositadamente, um grupo bastante heterogêneo nas idades, na vivência acadêmica e na experiência profissional, o que ampliou a abrangência do olhar sem prejudicar a profundidade do saber.

Este grupo, composto de Docentes e Discentes, de Geriatria e Gerontologia, debruçou-se, dividido em células interdisciplinares e intergeracionais, nos temas mais prevalentes no cotidiano da assistência à saúde de quem envelhece, seja pela frequência das manifestações, seja na diversidade com que elas desafiam a competência de quem os atende.

Julgamos, portanto, que oferecemos um conteúdo consistente na forma mais
agradável e simplificada que possa ser utilizado, com o propósito de municiar, a quem atende à saúde do idoso, com as melhores ferramentas cognitivas e processuais que permitam a maior eficácia com o menor risco e/ou desconforto na sua implementação

Desejamos, finalmente, que nossos leitores tenham o mesmo prazer e benefício ao
consultar este Manual que nós tivemos em elaborá-lo.

Os Editores

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Manual de Condutas em Geriatria Ambulatorial Lançamento”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Menu